TAFE

s5030071

Hoje vou falar sobre o colégio que estou freqüentando aqui na
Austrália. Eu estou estudando Inglês em uma escola chamada TAFE
(Technical and Further Education). Este é um colégio técnico que tem
vários cursos rápidos e muito práticos como por exemplo, Enfermagem,
Hotelaria, Jardinagem e muitos outros. Além dos cursos técnicos, eles
também têm um programa especial de ensino da língua Inglesa para
estrangeiros.

Esse colégio é vinculado com o governo, o que não significa que os
cursos são de graça. Pelo contrário, todos eles tem custo, alguns
caros, outros nem tanto. Mas vale a pena pagar por esse serviço, a
qualidade dos professores é ótima e a escola tem uma infra-estrutura
muito boa. Além disso, na Austrália o Diploma da TAFE é muito
bem avaliado pelas empresas em geral. Por tudo isso, é mais fácil
arrumar um emprego tendo um curso da TAFE.

Eu estou gostando muito de estudar nessa escola e pretendo fazer um
curso técnico quando terminar o Inglês. Esse tipo de formação técnica
é muito interessante tanto para o aluno, que não precisa gastar muito
investindo tempo e dinheiro em um curso, quanto para as empresas que
terão mão-de-obra qualificada disponível.

Acho que o governo brasileiro poderia investir mais em cursos técnicos
de qualidade como este, ao invés de torrar tanto dinheiro dando Bolsa
para isso e para aquilo. Não consigo ver futuro em uma população que
sobrevive de migalhas dadas pelo governo e não tem instrução, muito
menos uma profissão.

Bom, depois desse desabafo, fica aí a dica para quem estiver na
Austrália e quiser fazer um curso em uma ótima escola.

O quê? Ônibus de graça?

s5030063

Quando chegamos aqui na Austrália descobrimos que para se deslocar no
centro da cidade podíamos andar de ônibus e não pagar nada. Quando eu
ouvi isso pensei:

O quê? Ônibus de graça? Vocês devem estar brincando…

Mas não é brincadeira não, é a mais pura verdade. O ônibus é de graça,
tem ar-condicionado e todos os pontos de parada têm um cronômetro que
avisa quantos minutos faltam para o próximo ônibus chegar.

O nome dado para esse tipo de ônibus grátis é CAT. São 3 linhas
diferentes e cada uma tem uma cor. Temos o Blue Cat (azul), Yelow Cat
(amarelo)e o Red Cat (vermelho). A linha que eu uso todos os dias para
ir para a escola é a do Blue Cat.

Eu acho a idéia ótima! Esse serviço estimula as pessoas a andarem de
ônibus no centro da cidade e conseqüentemente diminui o número de
carros nas ruas. Sem falar que facilita muito a vida de quem trabalha
no centro e precisa levar e buscar papéis de um lado para o outro.

A qualidade do serviço também é muito boa. Os ônibus estão sempre
limpos e no meio de um calor de 40 graus nada melhor do que entrar em
um ônibus climatizado com a temperatura, em média, nos 22 graus. Não
posso deixar de falar dos motoristas que em geral são muito educados,
falam “bom dia” na entrada e “até logo” na saída. É claro que tem
algumas exceções, mas a maioria é muito gente boa.

s5030066

Amigos

shake-hands_300

Nesses primeiros meses aqui na Austrália descobri um novo significado
para a palavra “amigo”. Quando estava no Brasil eu tinha amigos e às
vezes saímos juntos e nos divertíamos. Mas aqui na Austrália é
diferente porque meus amigos também são minha família e eu não apenas
gosto deles, como também preciso deles. Os amigos fazem toda a
diferença nas nossas vidas quando estamos longe da família. Poder
conversar e compartilhar as dificuldades e alegrias é como um presente
precioso que os amigos nos oferecem.

Eu posso dizer que Deus tem sido muito bom comigo porque Ele tem me
dado bons amigos. Desde que eu e meu esposo chegamos aqui, nós
encontramos pessoas legais e dispostas a nos ajudar. Já tivemos muitos
jantares em casas de amigos que, além de abrirem as portas de suas
casas para nós, também muitas vezes buscaram a gente em casa porque
não tínhamos carro. Também já ganhamos presentes de nossos amigos e
adquirimos informações muito importantes sobre a vida por aqui.

O bom de tudo isso é que depois de receber tanta coisa boa das
pessoas, a gente já sabe como fazer quando conhecer alguém novo que
esteja precisando de ajuda.

Blogs que eu gosto muito

Pessoal, quero deixar registrado aqui dois blogs que eu tenho acompanhado e que gosto muito. Os endereços são:

http://natrilhadocanguru.blogspot.com/
http://colunas.marieclaire.globo.com/nosmulheres/

O primeiro é da Cris. Ela sempre conta histórias interessantes sobre o que ela esta vivendo aqui na Austrália.

O segundo é da Leila, uma escritora que tem um ótimo senso de humor.

Para quem tiver um tempinho, acho que vale a pena conferir.

Descontraída

smile

Nessa semana aconteceu uma coisa engraçada comigo. Na terça-feira de manhã eu acordei toda feliz da vida, tomei meu café, me arrumei para ir para o colégio e fui pegar o ônibus. Aqui em Perth o pessoal tem o hábito de dizer “bom dia” para o motorista quando entra no ônibus.

Então lá estava eu, entrando no ônibus, cantarolando e ouvindo o meu MP3. Quando eu passei pela porta e vi o motorista todo sorridente, soltei um belo e grande BOM DIA em português. Ele olhou para mim com aquela cara de que não entendeu nada, mas também não falou nada. Naquele momento percebi que por alguns segundos eu esqueci completamente que estava na Austrália. Para não ficar muito feio, na hora de sair do ônibus, eu disse tchau e desejei um bom dia para ele, mas agora em Inglês.

Eu estava pensando sobre isso e cheguei à conclusão de que isso é um bom sinal. Afinal, se estou me sentindo tão à vontade nesse lugar, que às vezes até esqueço que não estou no Brasil, acho que é porque realmente estou gostando daqui.

Versão em Inglês

Pessoal, a partir de agora vou colocar em alguns posts também o texto em Inglês.

Tempestades

tempestade

As tempestades vêm na vida da gente sem serem convidadas. Muitos tipos de tempestades assolam novas vidas. Pode ser a perda de uma pessoa querida, um trabalho desejado que não aparece nunca, algo em que você tem trabalhado duro e que de repente vai por água abaixo – bom, a verdade é que esta lista não tem fim.

Quando penso em tempestades sempre lembro da minha infância. Quando era criança eu tinha muito medo de tempestades. Quando via um relâmpago então! Aquilo me estremecia por dentro. Minha mãe sabendo desse medo, quando via que eu estava apavorada, me levava para o quarto e abria a Bíblia na passagem do livro de Lucas, capítulo 8, versículo 22. Essa passagem conta como Jesus com poucas palavras acalmou uma tempestade e salvou um pequeno barco, no qual estavam seus discípulos.

Com essa atitude minha mãe me ensinou a recorrer à pessoa certa nos momentos de tempestades. Hoje não tenho mais medo da chuva forte com relâmpagos e trovões, mas confesso que algumas tempestades que já
aconteceram na minha vida me deixaram muito amedrontada. Ainda hoje nesses momentos eu corro para o eu quarto, abro a Bíblia nessa passagem e peço para Jesus salvar meu barquinho que está em uma terrível tempestade. Posso dizer que Ele nunca me desapontou, sempre que busco sua ajuda Ele me conforta e me faz sentir confiante de que vou sair mais uma vez da tempestade sã e salva.

Talvez vocês também possam tentar fazer isso em meio as suas tempestades, afinal eu não acredito que seja má idéia ter uma companhia no barquinho quando estamos no meio do mar agitado da vida.

STORMS

Storms came into our lives without invitation. There are many kinds of storms which shake our lives. They can be the loss of someone who we love, a job which we want a lot but it doesn’t come or something that you work a lot for and suddenly everything goes wrong and you lose all your job. Well the truth is I can’t put an end to this list.

When I think about storms I always remember my childhood. When I was a child I was so scared of storms, if I saw lightning I trembled with fear. My mother knew about my fear and when she realized I was very scared she took me to the bedroom, she opened the Bible to chapter 8 of Luke and she read this story for me. This story talks about the day which Jesus stopped a storm and saved a little boat where disciples were in.

My mother taught me to ask for help the right person when I am inside a storm. Today I don’t feel fear of strong rain, lighting or thunder, but I confess sometimes when I have been in storms in my life I have felt very scared. Today in this moments I yet run to my bedroom and I read the same story, I also ask for Jesus save my little boat in the middle of the storm. I can say that He has never let me go without help. He always makes me feel confident and gives me hope to go out of the storm safely.

Maybe you also can try to do this when you have storms in your life. I think it is a good idea to have company in our little boat when we are in life’s storm.

Entradas Mais Antigas Anteriores