O prazer de ajudar!

Hoje vou falar sobre a alegria que invade o coração quando ajudamos alguém. Acredito que todos já sentimos isso em algum momento de nossas vidas
talvez em diferentes níveis, em maiores quantidades para uns do que para outros. Mas o fato é que essa alegria é muito fácil de se viver só precisamos pensar um pouquinho no que temos e podemos repartir com alguém que não tem.

Acho que quando experimentamos essa alegria temos vontade de fazer mais pelo próximo. Infelizmente a nossa sociedade consumista prega o contrário, é de senso comum pensar que comprar mais, ter mais e receber mais é o que nós trás alegria e isso é verdade até certo ponto, mas com certeza não é a única maneira de nos sentirmos bem e provavelmente não é a alegria mais duradoura que sentimos.

É possível ajudar os outros de diferentes formas. Como por exemplo cozinhando uma refeição para alguém que esta doente, oferecendo um ouvido e um ombro amigo para alguém que precisa desabafar, trazendo uma palavra de amor e paz em meio a uma briga, doando roupas que você já não usa mais, doando eletrônicos e móveis que você tem e ta deixando lá sem uso em um canto. Essa lista pode ir longe, mas acho que já deu para pegar a idéia. As pessoas sempre tem boas desculpas para não ajudar, o mais comum é não ter dinheiro, mas como vimos acima não é so dinheiro que faz parte dessa história, muitas vezes é a boa vontade que precisa aparecer.

Agora não vamos ser hipócritas dizendo que o dinheiro não é importante. Ele é e ponto final. A questão é que gastamos dinheiro com coisas bobas e fúteis e dizemos que não o temos na hora de ajudar alguém. O dinheiro é nosso e podemos gastar como quisermos isso é verdade, a consciência também é nossa e todos sabemos muito bem aonde temos investido a nossa grana. O fato é que sermos egoístas e querermos sempre mais gera um sentimento de insatisfação que só tende a crescer, que tal mudar o jogo e começar a enchegar o quanto somos abençoados e que temos o suficiente para nós e ainda para ajudar a alguém.

Existem inumeras instituições que fazem a conecção entre pessoas que querem ajudar crianças carentes com pessoas que querem apadrinhar essas crianças. Claro que você deve pesquisar antes de começar a mandar grana para algum lugar, fazer uma escolha sábia nessa hora também faz parte do ajudar. Eu apoio o trabalho da Compassion Australia. Essa instituição é uma organização evangélica interdenominacional não-governamental, cujo objetivo é ajudar crianças em situação de risco ao redor do mundo, no Brasil também tem compassion e o website é esse http://www.compassion.org.br/

Esta não é a única instituição e talvez nem seja a melhor, mas eu encorajo você a pesquisar sobre ao assunto e talvez cogitar a idéia de repartir um pouquinho do que você tem com alguém que não tem quase nada. O sentimento de alegria e satisfação é garantido!

Se vc conhece outras instituições sérias coloca o nome aí nos comentários para divulgar.

Anúncios

Clube do Livro (Book Club)


Eu já tinha ouvido falar sobre clubes do livro antes, mas nunca conheci ninguém que fizesse parte de um ou onde poderia encontrar um para fazer parte. Quando chegamos aqui em Sydney começamos a participar de uma Igreja perto de casa e lá descobri um clube do livro e decidi participar.

Nesse clube, nós lemos todos os tipos de livros não somente livros cristãos. Nós temos uma reunião por mês, onde discutimos o livro que lemos naquele mês, decidimos qual será o proximo livro e ainda comemos juntos um lanchinho.

Estou gostando muito de fazer parte desse clube, agora tenho um bom incentivo para ler pelo menos um livro por mês e ainda posso ouvir diferentes opiniões sobre os mesmos trocando idéias com outras pessoas. Isso sem falar que estou treinando ainda mais meu inglês com as leituras e as reuniões.

Recomendo esse tipo de clube para todos. E se você não tem um para participar que tal começar um?

Esses são os livros que já lemos no nosso Book Club desde que começei a participar e o meu favorito até agora é o “My Seventh Monsoon” de Naomi Reed:

Atualização

Oi Pessoal, Estive ausente do blog por um tempo, mas agora voltei. Estive meio doente esses dias atrás e fiquei bem desanimada de escrever aqui afinal quem tá afim de saber de doente né. hehehe Não foi nada sério e já estou bem.

Nesse período que fiquei sem postar foi o meu aniversário (22 de junho). Tive um dia bem legal, fui trabalhar e descobri que a minha gerente tinha comprado uns cupcakes para celebrarmos juntos com as crianças o aniversário, foi muito legal poder passar o dia com eles, amei a companhia e os cupcakes. Como já falei aqui eu e meu pai fazemos aniversário no mesmo dia, então tivemos um conversa gostosa pela o Skype e ele me disse que teve um ótimo dia por lá também, o que para mim é mais um presente, pois enche meu coração de alegria saber que meu papito esta bem.

Também fizemos um passeio bem legal no bairro que o maridão trabalha e que se chama Pyrmont. Esse lugar é quase no centro de Sydney, mas no final de semana é tão tranquilo que a gente até esquece onde estamos. Com vários lugares para sentar e caminhar ao redor do braço de mar que passa por lá, pudemos curtir o solzinho que apesar de não esquentar muito estava bem agradavél. No fim do post estão algumas fotos do lugar.

Estou contando os dia para o inverno acabar, confesso que com tantos lugares para ver o frio e a chuva não nos amima muito.

Obrigado por aqueles que continuam lendo o blog mesmo quando desapareço!