TV

A televisão aberta da Austrália me surpreendeu de verdade. Eles tem pelo menos 6 canais, agora com o sinal digital tem ainda mais alguns, e qualidade da imagem é muito boa. Mas não foi isso que me surpreendeu. O que me chamou a atenção foi o nível de respeito ao telespectador. Até hoje eu não vi nenhuma propaganda com mulher semi-nua fazendo insinuações sexuais, ou programas que apresentam baixaria, piadas sujas que da até vergonha de ouvir, ou ainda dançarinas com peitos e bundas a mostra como se fosse a coisa mais normal da face da terra. Até as propagandas de cerveja por aqui são respeitosas.

Estou falando do conteúdo que passa durante o dia e no começo da noite, eu não costumo assistir TV depois das 10:00 da noite, então não posso falar sobre o que passa depois desse horário.
O fato é que por aqui eu posso ligar a TV sem ter medo de encontrar uma mulher praticamente pelada fazendo insinuações sobre sexo para tentar vender uma marca de cerveja. Eu me sinto a vontade de ligar a TV perto de uma criança ou dos meus pais e assistir um programa de auditório ou uma série sem ficar constrangida pela sujeira que esta sendo apresentada na telona.
Não estou falando que a TV daqui é perfeita, tem muita coisa que eu não assisto porque não acho útil ou não me interesso mesmo. Mas eu gosto de ser respeitada, e o fato de eu poder ligar a TV sem ser bombardeada por pornografia e palavras de baixa calão é muito importante para mim. Quem quiser ver e escutar essas coisas, pode alugar um vídeo ou acessar a internet.

Acho que fiquei surpresa também porque antes de ver uma outra TV aberta que não fosse a brasileira eu pensava que não tinha jeito mesmo. Que para ter audiência os produtores e publicitários tinham que fazer as coisas daquele jeito. Mas agora eu sei que isso não é verdade, aqui a TV também tem grande audiência e vende produtos muito bem. Mesmo mantendo um bom padrão de qualidade. Então acho que ainda tem esperança para a TV no nosso Brasil.

A opinião pública faz toda a diferença. Estive conversando com uma amiga minha daqui e ela disse que há um tempo atrás eles colocaram o tal do Big brother no ar, mas que não durou muito tempo, foi só uma temporada e já colocaram outro programa no lugar, isso porque a opinião pública achou que era muita baixaria e ninguém estava confortável com aquele tipo de programa, ou seja, não teve audiência, tiveram que mudar o programa.

Quero deixar claro que quando faço esse tipo de comparação entre Brasil e Austrália não é para desmerecer ou desfazer do meu país, eu torço para que o Brasil de certo e quem sabe um dia seja um país onde as pessoas querem ir para morar devido a qualidade de vida que ele oferece. Mas por enquanto isso não é a realidade e as vezes é bom saber que essa realidade poderia ser diferente.

Anúncios

Um dia daqueles

Sabe aqueles dias que os nossos sonhos parecem estar tão longe do nosso alcance. E que você se sente remando contra a maré para chegar lá. Então, hoje foi um dia daqueles.

As vezes as lutas do dia a dia parecem sugar todas as nossas energias, e aquelas pedrinhas no caminho que era para a gente chutar longe viram montanhas a serem escaladas.

Bom, diante desses dias, eu sou como todo mundo esperneio, reclamo e choromingo. E quando já fiz tudo isso vou conversar com aquele que pode realmente me ajudar a dar a volta por cima. Jesus.

Estava lembrando hoje das palavras de Jesus sobre as lutas desse mundo:”Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.” João 16:33
Quando Jesus disse isso ele realmente sabia do que estava falando. Ele viveu nessa terra e passou por problemas terrenos como nós passamos. Por isso podemos orar e abrir o coração para Ele. Ele não vai achar que vc está exagerando, porque ele sabe como são as coisas por aqui.

Jesus é o único que pode trazer paz ao nosso coração no meio do turbilhão das nossas vidas. E o melhor de tudo é que não temos que fazer nada para sermos amados e cuidados por ele. Ele nos amou primeiro quando morreu por nós na cruz, o sacrificio já foi feito, agora só temos que abrir o coração e receber esse amor incondicional.

E assim termino mais um dia daqueles, jogada nos braços do meu Senhor que me dá paz e certeza de que com Ele ao meu lado eu vou vencer.

——————————————————————————————-

You know those days which our dreams seems to be so far way that it is hard to believe we will reach them. And we feel like swimming against the flowing river to get there. Well, today was just like this.
Sometimes we are so burned out because of all our fighting in life, our energy is gone and simple problems became giants in our way.

In this kind of days I am just like everybody, I complain, cry and grumble. And after doing all this I stop to talk with the one who really can help me to overcome my problems. Jesus.

Today I was thinking about those words from Jesus: John 16:33 “I have told you these things, so that in me you may have peace. In this world you will have trouble. But take heart! I have overcome the world.”
When He said those words He really mean it, because He lived in this earth and He struggled with real problems just like us. That is why we can open our hearts to him, He will understand it, He will not think you are making things up or exaggerating. Because He knows how everything works here.

Jesus is the only one who can bring peace in our hearts in the middle of our stormy lives. The best part of all this it is that We don’t need to do anything to be helped and cared of by him. He Loved us first when he died on the cross, the sacrifice was already made, now we just have to open our hearts and receive his unconditional love.

That is it, now I finish my day laying in the Lord’s arms who I know will give peace and strength, because with him by my side I am sure I will succeed.

De casa nova!


Finalmente, consegui postar denovo. No começo do mês maridão e eu mudamos para um apartamento perto do centro da cidade. A mudança foi uma aventura. Como não queriamos pagar o preço que as empresas de mudanças estavam pedindo, decidimos fazer a mudança nós mesmos. Alugamos um caminhão com um kit mudança, que inclui um carrinho para carregar geladeira e outros eletrodomésticos, cobertores e cordas, o caminhão também tem um elevador para facilitar na hora de colocar os móveis dentro dele.

O detalhe é que só quem tem mais de um ano de carteira australiana pode alugar esse tipo de veículo, e como eu tirei a carteira primeiro que o maridão, adivinha quem teve que dirigir a máquina. hahahah. Isso mesmo fui eu. Dirigi um caminhão pela primeira vez na vida e achei um máximo, faria denovo com certeza.

A parte de levar os móveis para o terceiro andar aonde fica o nosso apartamento não foi tão divertida assim, já que nosso prédio não tem elevador, mas no fim deu tudo certo.

Depois que me casei, eu morei a maior parte dos nossos 9 anos de casamento em apartamentos. E confesso que já estava com saudades de morar em um novamente. Estou muito grata a Deus por esse lugar aconchegante que Ele nos ajudou a encontrar. Além de ser um lugar legal ainda vamos economizar bastante porque estamos mais perto de nossos trabalhos e da minha escola.

Falando em escola, estou indo para as minhas aulas de bicicleta. São 5 km que eu gasto 30 minutos para percorrer de bicicleta. Tem sido uma experiência ótima para mim. Finalmente estou conseguindo me exercitar com regularidade e ainda não tenho desculpas sobre não ter tempo para fazer. heheheh
O único detalhe agora é o inverno daqui, que é muito chuvoso, bom, mas até agora não tive maiores problemas com as minhas pedaladas. Acima estão algumas fotos do nosso novo lar.

————————————————————————————————

Finally, I could write here again. At the beginning of this month my husband and I moved to an apartment near to the city. The shift was an adventure. We didn’t want to pay the price that the business shifts were asking, so we decided to do it ourselves. We hired a truck with a lift and a kit to make the shift.

There was a detail, they only could rent the truck to somebody who has an Australian license for more than one year. Because I have got my license before my husband, guess who had to drive the truck. Hehehe Yes, it was me. I drove a truck for the first time in my life and I loved it. I would do it again for sure if I need it.

When we had to take the furniture to the third level of our building we didn’t have so much fun like driving the truck, because our building doesn’t have a lift. Besides that everything was fine at the end.

After I got married, most of my 9 years of married I lived in apartments. I have to admit that I was missing to live in one again. I am very grateful to Good for helping us to find this comfortable place to live. In addition, we will save money for being next to our workplace and my school.

By the way, I going to my classes by bicycle. The way I have to ride has 5 km and I can do it in 30 minutes. It has being a very good experience for me. Finally, I am exercising regularly and I can not say anymore that I don’t have time to do it.
The only thing that could be a trouble for me it is the Perth winter which is very rainy. Well so far so good, until now I didn’t have big problems riding my bicycle to school.