Clube do Livro (Book Club)


Eu já tinha ouvido falar sobre clubes do livro antes, mas nunca conheci ninguém que fizesse parte de um ou onde poderia encontrar um para fazer parte. Quando chegamos aqui em Sydney começamos a participar de uma Igreja perto de casa e lá descobri um clube do livro e decidi participar.

Nesse clube, nós lemos todos os tipos de livros não somente livros cristãos. Nós temos uma reunião por mês, onde discutimos o livro que lemos naquele mês, decidimos qual será o proximo livro e ainda comemos juntos um lanchinho.

Estou gostando muito de fazer parte desse clube, agora tenho um bom incentivo para ler pelo menos um livro por mês e ainda posso ouvir diferentes opiniões sobre os mesmos trocando idéias com outras pessoas. Isso sem falar que estou treinando ainda mais meu inglês com as leituras e as reuniões.

Recomendo esse tipo de clube para todos. E se você não tem um para participar que tal começar um?

Esses são os livros que já lemos no nosso Book Club desde que começei a participar e o meu favorito até agora é o “My Seventh Monsoon” de Naomi Reed:

Auto-piedade

O que fazer quando as suas forças não dão mais conta do recado e o desânimo toma conta do teu coração?
Como reagir quando a auto-piedade é tudo o que você tem em mente e seus olhos não conseguem ver além do seu próprio problema?

Bom, sabem o que eu faço? Eu choro. Isso mesmo choro para lavar a alma, choro para derramar do meu peito a pressão do medo de falhar e do medo de ser julgada por minhas falhas. Mas tudo na vida passa e até o choro acaba e quando as lágrimas secam fica o vazio e a sensação de incapacidade diante da situação que o choro não mudou. O problema ainda está lá, não foi embora com medo do meu choro.

E agora? O que fazer?

Eu li recentemente em um livro algo que me chamou a atenção, era uma frase que dizia:

“Todos devotam a suas vidas a algo. Alguns a família, outros ao trabalho e ao dinheiro, outros ainda a auto-piedade. E você já decidiu ao que vai devotar a sua vida? Não adianta dizer que se recusa a fazer essa escolha por que ela será feita no decorrer da sua vida concientemente ou não.”

Isso me levou a pensar sobre algumas das minhas atitudes especialmente em relação a auto piedade. Eu posso passar a minha vida sentindo pena de mim mesma e me comparando com os outros que acho que são melhores do que eu, ou eu posso escolher algo melhor para devotar minha vida e meu tempo.

Quando passamos por um problema, nossa visão fica arruinada. É como se estivessemos com uma lente multifocal que aumenta o tamanho do nosso problema e as coisas relacionadas a ele e simultaneamente diminue tudo de bom que você já conquistou ou ganhou por pura graça de Deus.

Sentir dó de si mesmo, é um atitude difícil de ser reconhecida, principalmente porque ela vem disfarçada de humildade. Mas a verdade é que autocomiseração é um veneno que nos destrói por dentro e nos afasta de Deus. É uma atitude egoísta que pode levar a depressão e ao afastamento de pessoas que você ama.

O remédio para combater a autocomiseração é parte de um tratamento e que exige trabalho. Isso mesmo, não acontece com um passe de mágica. Eu gosto de listas porque me fazem ver as coisas de maneira mais simples e direta então vamos para um lista de passos rumo a libertação desse veneno.

Descubra quem você é.

O que vc gosta e não gosta.

Suas qualidades e suas fraquesas. ( Todos tem ambos)

Busque no lugar certo.

É necessário se conhecer para poder se defender desse veneno que é gerado por você mesmo. E não há ninguém que conhece você melhor do que Aquele que te criou. (Os Ateístas que me desculpem mas eu me reservo o direito que crer que tenho um criador, porque essa conversa de que a perfeição do corpo humano, da natureza , do animais, da geração de um vida, foi feita por um acidente após uma explosão e depois por evolução não me convence)

Busque no lugar certo com a pessoa certa, Fale com Deus e peça ajuda, Ele sabe de seus defeitos e esta pronto para te ajudar. Eu não tenho a solução para seus problemas, mas isso não é o mais importante, o que realmente faz a diferença é como você vai enfrentá-los, que pode ser de cabeça baixa se sentindo derrotado antes do final da luta ou de cabeça erguida sabendo que você não está nesse mundo por mero acaso, mas porque tua vida tem um propósito dentro dos planos de Deus.

Botany Bay e Ferry to Manly Beach

Nesses dois últimos fins de semana nós fizemos dois passeios super legais. O primeiro foi em Botany Bay que é um braço de mar localizado em um bairro chamado Brighton Le sands. Esse lugar não fica muito longe de onde trabalho e tem um restaurante Brasileiro que fica bem pertinho da praia. Nós caminhamos no calçadão da praia e jantamos no “Brazilian Bar”, que é na verdade uma churrascaria. A comida estava ótima e o atendimento de primeira, com direito a garçom falando em Português. Deu para matar a saudade da nossa comida brasileira.

O segundo passeio foi o Ferry que sai do centro de Sydney (Circuclar Quay) e vai para a praia de Manly. Esse Ferry é público e para quem usa aquele passe mutiplo para trens, onibus e Ferry, não precisa pagar denovo é só passar o mesmo ticket. O passeio dura uns 30 minutos e é maravilhoso. O barco passa pela Opera House e a Harbour Bridge, sem falar as áreas ao redor da água com pequenas montanhas e áreas verdes. O destino do passeio que é a praia de Manly também é Lindo, muitas lojinhas para visitar e uma variedade de lugares para comer. Eu amei o passeio, passamos muito frio no barco, mas valeu a pena, acho que esse deve ser o passeio perfeito para o verão.

Essas são algumas fotos que tiramos:

Pequeno milagre (minha carteira em NSW)

Quando decidimos mudar para Sydney descobri que minha carteira de motorista do estado de Western Australia não valia aqui e por isso eu teria que fazer uma transferência. Achei super estrano que dentro de um mesmo país uma carteira de um estado não vale no outro.

A situação é a seguinte quando você muda de outro estado para cá o setor de trânsito te dá 3 meses para fazer a transferência e para isso você tem que ir em uma central de trânsito daqui (mais informações no site http://www.license.nsw.gov.au) e levar os documentos necessários e fazer a transferência, se sua carteira anterior não estiver vencida não é preciso pagar pela tranferência.

Bom, foi isso que fiz peguei a lista de documentos no site do governo e fui na agência de trânsito. Chegando lá a atendente pediu minha carteira do Brasil para saber exatamente desde quando eu dirijo. Então mostrei minha carteira do Brasil, ela então pediu a tradução também, eu expliquei que não tinha a tradução que só tinha a carteira internacional que foi o que pediram no estado de WA quando fiz minha carteira lá. Ela não aceitou a carteira internacional e eu tive que correr atrás da tradução.

Fique muito “de cara” primeiro porque no site não falava nada de ter que levar a carteira do seu país de origem e depois porque para fazer uma tradução de documento aqui é sempre muito caro. Mas, vamos lá continuar com a luta. Perguntei aonde poderia achar um tradutor para esse tipo de documento e ela me disse que teria que ver no site do estado de NSW. Fui no site e achei uma lista de tradutores peguei um deles e pedi a tradução que me custou 75 dolares. O tradutor me pediu 5 dias úteis para me entregar.

Nessa altura eu já estava pedindo a Deus para abençoar que esse processo acabasse logo e que eu pudesse ter minha carteira finalmente sem gastar mais dinheiro. Foi então que aconteceu o que eu chamo de um dos meus pequenos milagres.

Após receber a tradução por email o maridão conferiu os dados e do nada resolveu perguntar para o tradutor se aquelas informações eram suficientes para a transferência de carteira para esse estado. O tradutor então me ligou pedindo mil desculpas porque ele não sabia que era para fazer a transferência e que para esse tipo de processo precisa ser um tradutor específico da área de trânsito. Eu gelei na hora, porque já tinha pago e eu resumindo aquela tradução não valia nada, mas como Deus é fiel, o rapaz antes de terminar a conversa me falou que devolveria o dinheiro na minha conta e me passou o endereço certo com a lista dos tradutores autorizados. O que na verdade a atendente deveria ter feito né.

Bom, mas o destaque aqui é para o tradutor que foi completamente honesto e um dia depois da nossa conversa o dinheiro estava devolta na minha conta, já pude usar o mesmo dinheiro para pagar o novo tradutor da “área de trânsito” que por sinal me pediu 15 dias úteis para a entrega.

Hoje fui no agência de trânsito agora com a tradução e finalmente quase um mês depois consegui minha carteira de motorista do estado de NSW. Eu sei que nessa história teve o dedinho de Deus porque achar alguem que depois de já ter feito o trabalho todo me devolveu a grana ou seja não cobrou pelo serviço só pode ser mais um dos meus pequenos milagres.

Primeiro passeio em Sydney

Em fim fizemos nosso primeiro passeio em Sydney. E para começar a ticar a nossa lista de lugares que queremos ver, escolhemos a Harbour Bridge e a Opera House.

Saímos de casa no sábado de manhã e pegamos o trem no nosso bairro (Sutherland) e fomos para a estação de Town Hall no centro da cidade. Dessa estação fomos caminhando até a região da ponte, o que levou uns 10 minutos.

Quero fazer uma pausa para falar sobre os tickets de trem. Nós descobrimos que tem um ticket que pode ser comprado para ser usado em trens, ônibus e alguns ferries. Ele é chamado de “My Multi”. Esse ticket pode ser comprado com validade para a semana toda, o que te dá direito de usar quantas vezes quiser esses diferentes meios de transporte público durante os 7 dias da validade. É preciso prestar atenção nas zonas de alcance do ticket, pois dependendo do lugar que você vai o valor do ticket varia. O preço sai bem mais em conta do que comprar os tickets de ônibus e trem separados. Teoricamente pagamos para ir trabalhar durante a semana e podemos passearmos o quanto quisermos no fim de semana com o mesmo ticket desde que seja dentro da zona de alcance do ticket.

Voltando ao passeio no sábado. O dia estava lindo com sol brilhante, mas sem aquele calor exagerado. Aliás estou amando o clima de Sydney. Levamos coisas para fazer um picnic no Botanic Garden que fica ao lado da Opera House. Caminhamos e apreciamos a vista linda desses lugares e claro tiramos fotos. Coloquei algumas aqui para vocês verem.

Nossos planos são de visitar muitos lugares e gastarmos o minimo possível, pois estamos economizando para alguns planos do futuro. Posso dizer que nosso primeiro passeio foi um sucesso. Não pagamos pelo transporte, porque usamos nosso super ticket. Não gastamos com comida, porque preparei algumas delícias para o nosso picinic em casa e levamos nosso próprio lanche. Nos divertimos e tivemos um ótimo sábado dentro da nossa budget.

Fiquem com Deus e até a próxima.

Você sabia?

Você sabia que estudos apontam que o azeite de oliva extra virgem ajuda a combater obesidade abdominal. Recolhi algumas informações sobre as maravilhas desse super alimento para vocês.

“No fundo, o mérito é todo da gordura monoinsaturada, que predomina no azeite. Se ela já era festejada por varrer o colesterol ruim das artérias, agora os médicos têm ainda mais motivo para cobri-la de elogios. Isso porque estão empenhados em acabar com as barrigas avantajadas — e não tem nada a ver com questões de beleza. “A gordura visceral, justamente aquela da cintura, produz substâncias que dificultam a ação da insulina, o hormônio produzido pelo pâncreas que ajuda a glicose a entrar nas células. Ou seja, barriga grande pode levar ao diabete do tipo 2” , explica o endocrinologista Márcio Mancini, presidente eleito da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica, Abeso. O diabete, ao lado da pressão alta, do colesterol, dos triglicérides alterados e, de novo, da tal barriga, é o componente básico de um mal que mata — a síndrome metabólica. O azeite, no entanto, ajuda a quebrar esse círculo nefasto.”

Texto retirado do site http://www.emtr.com.br/noticia65.htm

“Uma dieta rica em azeite extra virgem diminui os maiores fatores de risco para doenças cardiovasculares, diabetes, gastrites, hipertensão, dores, osteoporose e até mesmo câncer. Um estudo coordenado por cientistas europeus acaba de apontar um novo benefício do “ouro líquido”: o azeite impede o acúmulo de gordura na região abdominal, ou seja, combate a indesejável “barriga”. Uma pesquisa publicada na revista Diabetes Care, da Associação Americana de Diabetes, comprovou que a ingestão diária de uma quantidade mínima de azeite evita a formação de gorduras na região visceral, aquela que se forma na cintura.”

Texto retirado do site
http://www.revistavigor.com.br/2007/11/01/azeite-ajuda-a-combater-obesidade-abdominal/

Segundos pesquisas duas colheres de sopa por dia de azeite extra virgem são suficientes para prevenir o acúmulo de gordura na região do abdômen, o chamado efeito “anti-barriga”. O produto deve ser consumido na temperatura natural, isso porque o aquecimento do azeite pode mudar suas propriedades. É importante lembrar que cada colher de sopa contem cerca de 70 calorias então é bom não exagerar e combiná-lo a uma dieta equilibrada.

Eu já incluí o azeite na minha dieta e você tá esperando o que?

Simplificando!

Ilustração retirada do blog: http://www.willtirando.com.br/

Esse quadrinho ilustra bem como nós mulheres conseguimos complicar algo simples. Depois de quase 10 anos de casamento eu acho que aprendi algumas coisas que facilitaram muito minha vida e me ajudaram a ser mais feliz. Lá vai minha listinha de dicas:

• Viva o momento. Quando estiver a sós com ele se concentre em vocês dois e esqueças os problemas de casa, do trabalho e do mundo.

• Se você quer algo diga de maneira simples e direta não espere que seu amado adivinhe seus desejos. (Os homens precisam de instruções diretas para entenderem a mensagem)

• Mantenha as suas expectativas em um nível realista. Quando você espera demais da outra pessoa você além de se decepcionar acaba colocando sobre o seu parceiro uma carga difícil de carregar.

• Se você gosta de ganhar presentes do amado, mas ele nunca sabe o que comprar e sempre que o faz acaba sendo um desastre, que tal fazer uma lista de coisas que vc quer ganhar acrescentando informações de onde ele pode encontrar . Entregue a lista para ele e explique que ela não é uma cobrança ou uma dívida que precisa ser paga, são apenas dicas para ele te surpreender sem medo de errar. ( Se colocar roupas ou calçados na lista lembre-se de colocar o tamanho, homens dificilmente lembram dessas coisas)

• Essa eu acho que é uma das díficeis. Homens precisam de tempo em silêncio. É difícil para nós mulheres aceitarmos, mas é verdade. A gente fica incomodada quando eles não querem falar e já começamos a pensar que fizemos algo errado, quando na verdade eles só precisam de um tempo quietos. Nesse caso deixe o rapaz em paz, não se culpe pelo silêncio dele, a não ser que você tenha mesmo feito algo errado, nesse caso pessa desculpas.

• Não emburre, não entre na guerra do silêncio, isso só te faz perder tempo e não leva a nada, mesmo que você ache que ele estava errado dê inicio a conversa e explique para ele como você esta se sentindo, faça isso sem acusações e você terá grandes chances de receber um carinho e terminar essa briga de uma vez por todas.

Bom, por enquanto é isso espero que possam tirar algo útil dessa lista.

Entradas Mais Antigas Anteriores